Neotalent

The responsive people

Investir na inovação para responder às tendências do mercado de talento tecnológico

Pode a Inovação Salvar o Futuro da Gestão de Talento?

Escrito por Paulo Almeida, Head of Innovation & Transformation da Neotalent

Neste artigo, falamos dos desafios presentes e futuros da gestão de talento tecnológico e de como a inovação pode ajudar a encontrar respostas. Apresentamos ainda o projeto de research & development (R&D) que a Neotalent está a desenvolver.

O ecossistema global de talento está - hoje mais do que nunca - sujeito a uma complexidade extrema. Se nos concentrarmos na indústria das Tecnologias de Informação (TI), a dificuldade de encontrar talento para as oportunidades do mercado é ainda maior.

Entre as múltiplas variáveis que regem este ecossistema, destacamos:

  1. A aceleração da transformação digital (muito impactada pela pandemia de COVID-19)
  2. A atitude dos candidatos face à sua carreira profissional
  3. A adequação dos processos de recrutamento às expetativas de candidatos e clientes.

Que oportunidades existem, então, para as empresas se diferenciarem e encontrarem a missão certa para a pessoa certa? Será que a forma como recrutamos e gerimos pessoas está adequada aos requisitos atuais e futuros do mercado? Como vai a digitalização continuar a transformar o mercado de talento?

Tecnologias emergentes como a Inteligência Artificial ou a Blockchain podem ajudar-nos a desenvolver soluções para estas questões, e é precisamente a isso que nos propomos.

Talento de TI: um mercado em mudança

Não é novidade que o mercado das Tecnologias da Informação está muito ativo.

Com a tecnologia cada vez mais central e decisiva para o sucesso das empresas em qualquer setor de atividade, a procura por profissionais com competências digitais escalou para patamares nunca antes vistos. A atual pandemia de COVID-19 amplificou ainda mais esta realidade tendo obrigado muitas organizações e negócios a colocar a transformação digital na agenda.

Por outro lado, há uma nova atitude em relação ao trabalho. A carreira passa a ser uma rápida sequência de múltiplas experiências que não se deixam sujeitar aos percursos predefinidos pelas empresas. Esta realidade coloca uma enorme pressão nas organizações: as que não encontrarem os desafios certos, na altura certa, para as suas pessoas, mais tarde ou mais cedo terão de as substituir.

Adicionalmente, o processo de recrutamento, seleção e gestão de talento das organizações está desajustado face à realidade da jornada dos candidatos tão procurados.

As 6 tendências de recrutamento para 2021 que estão a redefinir a atração e o recrutamento de talento (ler artigo).

As decisões são, muitas vezes, tomadas com base em dados difíceis de validar ou pouco relevantes para determinar o potencial para a função. Existem demasiadas variáveis para processar, muito para lá da capacidade do ser humano, sendo fácil introduzir enviesamento - consciente ou inconscientemente. Como resultado, a experiência da pessoa fica para segundo plano, tendo esta de superar demasiadas etapas, repetidas vezes, ao longo do seu percurso profissional.

A visão de futuro da Neotalent

Uma procura crescente - e sem precedentes - pelo talento certo está a chocar de frente com uma procura crescente - também sem precedentes - pela missão certa. A forma como as empresas criam, gerem e adaptam a sua força de trabalho tem de mudar. São necessárias novas ferramentas capazes de permitir o acesso a talento.

Perante este contexto, a Neotalent formulou uma nova visão.

Queremos transformar o mercado de talento e a forma como as várias partes se relacionam. Queremos dar uma melhor experiência a todos os envolvidos (talento, fornecedores de talento, entidades contratantes, gestores de talento, universidades e outras empresas de formação).

Um novo ecossistema de talento

Nasce assim o projeto Digital Talent Ecosystem (DTE).

A plataforma DTE está inserida no percurso de inovação e transformação da Neotalent. É um projeto de Investigação e Desenvolvimento cofinanciado pelo programa Lisboa 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do FEDER, que conta a participação do ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa e do Instituto Pedro Nunes (IPN).

O DTE vai disponibilizar uma ferramenta de recomendação, baseada em Inteligência Artificial, capaz de sugerir talentos, composição de equipas e percursos de carreira. Vai igualmente disponibilizar um mecanismo de registo e validação de eventos de carreira (percurso académico, profissional, competências adquiridas) com recurso a Blockchain.

O que vai mudar com o Digital Talent Ecosystem (DTE)

Através desta plataforma, o talento terá ao seu dispor um portefólio de serviços capaz de ajudar na gestão do seu percurso e lhe permitirá:

  • ganhar um melhor conhecimento sobre si próprio(a) e identificar áreas de melhoria ou investimento
  • encontrar caminhos que podem ir para além dos tradicionais
  • manter um registo validado e seguro da sua reputação e referências profissionais que pode usar junto de qualquer entidade, entre outras.

Os nossos recrutadores e gestores de talento passam a ter uma ferramenta de suporte à gestão das suas equipas, capaz de sugerir caminhos que potenciem o desenvolvimento, retenção e o impacto na organização.

Os nossos clientes terão um novo canal de acesso a talento. Vão conseguir ver para além do CV e avaliar potencial para a missão, reduzindo enviesamento e abrindo porta a fontes mais diversas de talento.

O primeiro passo no roadmap previsto para o DTE será dado com o ecossistema de talentos, gestores, recrutadores e clientes da Neotalent. No futuro, e à medida que as ferramentas e inovações que formos introduzindo ficarem mais maduras, contamos disponibilizar o DTE ao mundo.

O ADN Neotalent

A visão e a ambição que temos para a tornar realidade só é possível graças a dois grandes fatores: a nossa base tecnológica e os nossos mais de 20 anos de experiência a contratar, gerir e encontrar o melhor fit entre pessoa e missão.

Acreditamos que o potencial deve ser desenvolvido.

Acreditamos que a pessoa tem de estar no centro e em controlo do seu rumo.

Acreditamos na igualdade de oportunidades.

Acreditamos em organizações diversas e inclusivas.

E acreditamos que a Neotalent tem um papel importante para tornar esta visão uma realidade.

Contamos convosco neste caminho.

Apoio Institucional Neotalent
recrutamentoInovaçãoGestão de Talento


2021-04-12

Paulo Almeida

Head of Innovation & Transformation

Arqueiro, fotógrafo amador e gestor. Acredito que o conhecimento deve ser expandido e partilhado. Gosto de discutir novas ideias e ajudar os outros a crescer. Obtenho energia em ambientes positivos, abertos à experiência e com o propósito de deixar uma marca positiva no mundo.

  • recrutamento
    empregos TI

    6 Tendências de Recrutamento para 2021

  • recrutamento
    empregos TI
    Mudança de carreira

    5 Dicas Para Mudar de Carreira

  • recrutamento
    Inovação
    Gestão de Talento

    Pode a Inovação Salvar o Futuro da Gestão de Talento...

  • recrutamento
    empregos TI
    Mudança de carreira

    5 Maneiras de Cativar um(a) Recruiter

  • empregos TI
    Gestão de Talento

    Como Gerir o Talento no Pós-pandemia

  • Gestão de carreira
    Mudança

    O Papel da Adaptabilidade na Vida Profissional