Neotalent

The responsive people

Como desenvolver esta competência para evoluir na sua carreira e preparar-se para o futuro

O Papel da Adaptabilidade na Vida Profissional

Escrito por Zélia Raposo, Senior Business Manager da Neotalent

Neste artigo, exploramos o conceito de adaptabilidade e aprofundamos o impacto que esta competência pode ter no nosso percurso profissional e na forma como vivemos a mudança na nossa vida.

Se nas últimas décadas a adaptabilidade tem vindo a ser tema de estudo por parte dos especialistas, foi no último ano e meio que esta discussão tomou maiores proporções na nossa vida, nas várias esferas – familiar, pessoal e profissional.

Há alguns anos, dir-se-ia que competência técnica e inteligência bastariam para uma carreira promissora. Hoje, é fundamental investir em atributos e competências comportamentais e emocionais para se alcançarem bons resultados.

Um desses atributos é a adaptabilidade, e é meu objetivo neste artigo deixar algumas dicas sobre como desenvolver esta capacidade para melhorar aspetos na nossa vida profissional ou até mesmo pessoal.

Mas afinal… o que é a adaptabilidade?

É a capacidade de nos adaptarmos diante de novos cenários ou transformações. Se aplicarmos o conceito no campo da biologia, por exemplo, adaptabilidade é uma caraterística ou comportamento natural usado para tornar um organismo capaz de sobreviver em determinado habitat. Ora, este conceito base serve para compreender a adaptabilidade, sob quaisquer outros pontos de vista, como uma resposta à mudança.

J.F. Kennedy tem uma citação que ficou célebre: “A mudança é a lei da vida. E aqueles que apenas olham para o passado ou para o presente irão, com certeza, perder o futuro”.

Adaptabilidade como uma escolha

Todos reconhecemos a dificuldade em lidar com a incerteza, num ou noutro momento do nosso percurso. Mas uma coisa é certa: as mudanças virão, tenhamos nós maior ou menor receio, maior ou menor resistência em aceitar o que é novo. E perante isto, apenas nos cabe decidir como iremos enfrentar o que está para vir: com otimismo ou pessimismo.

Quando desenvolvemos a adaptabilidade, estamos a demonstrar capacidade de nos adaptarmos e de aceitar mudanças, mas também a aprender com elas, tomando consciência dos seus pontos positivos.

Um caso prático

Imagine que chegou à conclusão que tem mudar de casa pela dificuldade em suportar os encargos com a sua casa atual. Esta é uma mudança necessária, mas não significa que esteja feliz com ela. Todo o processo de procura de uma nova casa, tratar da mudança em si, reorganizar a sua vida na nova residência será certamente exigente.

Perante este contexto, tem duas opções: resignar-se à sua nova condição, enquanto sente que retrocedeu ou fracassou, de alguma forma. Ou pode procurar focar-se no lado positivo: vai ser uma oportunidade de voltar a ter as suas finanças equilibradas, voltar a ter tranquilidade e até recomeçar num novo bairro, conhecendo novas pessoas e novos locais, expandindo a sua rede de contatos e aprendendo coisas novas.

Em resumo, a adaptabilidade permite-nos vislumbrar o mundo a partir de uma perspetiva otimista. E, acima de tudo, dá-nos ferramentas para continuar a evoluir e construir um futuro.

Qual a importância da adaptabilidade na vida profissional?

A flexibilidade e a adaptabilidade são competências cada vez mais valorizadas no contexto empresarial. As mudanças impactaram de modo irreversível não só a comunicação e as relações humanas, como também a maneira de trabalhar. Há já alguns anos que os estudiosos do tema propuseram o conceito de Quociente de Adaptabilidade – QA.

Da mesma maneira que se instituiu o QI (Quociente de Inteligência) e o QE (Quociente Emocional), o QA mede o nível de adaptabilidade do profissional, perante cenários distintos, nomeadamente os mais adversos.

Natalie Fratto, vice-presidente da Goldman Sachs em Nova York, diz que o QA envolve um conjunto de habilidades que possibilitam deixar ideias obsoletas para trás, identificar o que é relevante e tirar proveito da situação atual. Os atributos que estão na base de um profissional com capacidade de adaptação, são:

Flexibilidade – “jogo de cintura” para lidar com diferentes situações

Curiosidade – procura e interesse por “coisas” novas

Coragem – a capacidade que permite a superação do medo e o enfrentar das mudanças

Resiliência – habilidade para superar crises e dificuldades, sem perder os valores e a essência.

Conscientes desta importância, como aplicamos estes princípios a nós próprios e à nossa carreira? De que forma podemos desenvolver ou melhorar estas competências para nosso benefício?

A adaptabilidade de carreira

Adaptabilidade de carreira é a capacidade de se reinventar perante as mudanças da vida profissional. Os profissionais devem desenvolver a capacidade de adaptação e a flexibilidade para que consigam adaptar-se e ser bem sucedidos no ecossistema de talento presente e futuro. Para sermos profissionais flexíveis e com elevada capacidade de adaptação, devemos:

  1. Preparar-nos para as transformações, atualizando conhecimentos e desenvolvendo novas competências;
  2. Empenhar-nos em compreender as mudanças e tirar partido daquilo que encontramos de novo;
  3. Investir continuamente na aquisição de conhecimento relevante;
  4. Adotar uma postura proativa;
  5. Reconhecer a necessidade de aperfeiçoar as nossas caraterísticas e encontrar maneiras práticas de o concretizar;
  6. Ter a capacidade de explorar novas formas de aprender e de sair da rotina;
  7. Aprender a valorizar o trabalho em equipa e as opiniões divergentes, mantendo-nos firmes nas nossas convicções.

Algumas pistas para desenvolver a adaptabilidade profissional

Pessoas curiosas e corajosas têm normalmente um perfil mais flexível, demonstrando por isso maior apetência para a adaptabilidade. Contudo, esta competência pode ser desenvolvida e aprimorada por qualquer pessoa que esteja disposta a superar as suas crenças limitativas e a querer compreender e experienciar o novo. Crenças limitativas são preconceitos ou pensamentos consolidados ao longo da vida que impedem o nosso crescimento na esfera pessoal ou profissional.

Eis algumas sugestões para que possa desenvolver a capacidade de adaptação profissional:

1. Esteja consciente das suas emoções

É necessário controlar as suas emoções para se adaptar, em especial a cenários adversos. A gestão das emoções começa com o autoconhecimento e a compreensão de que elas são respostas inconscientes e automáticas. É importante saber o que está a provocar determinada emoção e como podemos contornar os seus efeitos.

2. Exerça o seu poder de decisão

Esta habilidade está ligada à coragem e à disposição para assumir riscos. Muitas vezes ficamos paralisados em vez de tomar uma decisão, porque nos deixamos dominar pelo medo. E o problema é que quando não decidimos, outros decidirão por nós, sem considerar as nossas prioridades. Não tenha medo de assumir as rédeas da sua carreira.

3. Transforme mudanças em oportunidades

Já todos ouvimos dizer que as oportunidade se escondem nas crises e que todas as crises se traduzem em grandes mudanças. O segredo é avaliar de forma abrangente as possibilidades que resultam de qualquer transformação, mesmo que ao princípio esta pareça negativa.

4. Seja otimista

A adaptabilidade pede uma visão positiva do mundo, ou seja uma perspetiva otimista. Ao contrário do que muitos pensam, ser otimista não significa ignorar os pontos negativos, mas sim escolher de forma consciente dar prioridade aos aspetos positivos. Ou seja, o otimismo é uma escolha que deve ser feita diariamente. Pessoas otimistas adquirem um olhar aguçado para as oportunidades.

5. Mantenha-se aberto ao novo

O ser humano necessita de segurança para se sentir bem, e por isso é normal que crie zonas de conforto. No entanto, a aprendizagem e a adaptabilidade exigem que abrace o novo para poder crescer ou evoluir.

6. Nunca pare de aprender

O nosso cérebro é estimulado perante o novo e cria novas ligações neuronais que se traduzem em novas maneiras de pensar e agir. Seja sob que forma for, a aprendizagem é vital para desenvolver a adaptabilidade. E por uma razão simples: adquirir novos conhecimentos é parte de qualquer processo de adaptação.

Nota final

No fim deste artigo, espero que tenha ficado mais próximo de uma definição de adaptabilidade e que tenha reconhecido algumas vantagens em desenvolver esta competência para seu benefício pessoal e profissional, presente e futuro.

Gestão de carreiraMudança


Zélia Raposo

2021-07-26

Zélia Raposo

Senior Business Manager

Mulher, mãe, psicóloga de formação. Divertida, gosta de desfrutar dos prazeres simples da vida com família e amigos. Motiva-se para aprender todos os dias e inspira-se na diversidade individual. Boa ouvinte, tem como missão desenvolver equipas de elevado desempenho, motivadas e felizes.

  • recrutamento
    empregos TI

    6 Tendências de Recrutamento para 2021

  • recrutamento
    empregos TI
    Mudança de carreira

    5 Dicas Para Mudar de Carreira

  • recrutamento
    Inovação
    Gestão de Talento

    Pode a Inovação Salvar o Futuro da Gestão de Talento...

  • recrutamento
    empregos TI
    Mudança de carreira

    5 Maneiras de Cativar um(a) Recruiter

  • empregos TI
    Gestão de Talento

    Como Gerir o Talento no Pós-pandemia

  • Gestão de carreira
    Mudança

    O Papel da Adaptabilidade na Vida Profissional